PESQUISE EM NOSSOS POSTS

SOBRE VIDA & MORTE


Não sou daqueles que canonizam as pessoas depois que elas morrem, como se a pessoa que falece tivesse sido perfeita durante toda a vida.

Na minha humilde opinião, a pessoa é declarada santa pelo Senhor enquanto viva. É Deus quem opera todo processo de salvação desde o início até o final em nossa vida, através da nossa vida e apesar de nossa vida. É Ele quem nos declara santos.

Assim, nas linhas abaixo não tenho a intenção de desfilar boas obras sobre a vida de alguém que nos deixou muito cedo. Tenho apenas a intenção de dividir com você algumas considerações sobre vida e morte.

No último final de semana a Juliana nos deixou. Foi colhida pelo Senhor. Para mim, que não entendo completamente a vontade do Pai, acho que ela nos deixou cedo demais!

Ela não era perfeita. E não quero passar aqui uma falsa imagem de perfeição dela. Mas como todos nós da Vineyard Café: em nossa imperfeição, amamos ao Senhor e tentamos, na nossa mediocridade, servi-lo.

Aos 23 anos, dias atrás havia ministrado um tempo de adoração em nossa celebração de domingo, na sexta-feira, estávamos rindo juntos! Em meio aos muitos sonhos, planejava seu casamento – já com data marcada... E no domingo, ela nos deixou. Enfim, aos meus olhos ela foi colhida cedo demais...

Além da saudade, fico com o consolo das promessas do Pai e com algumas convicções sobre a morte:

Primeiro: não estamos preparados para a morte de ente queridos. Não importa a idade da pessoa que parte, não importa nossa grandeza espiritual, não importa nossas convicções religiosas e teológicas. Não estamos preparados e, honestamente, acho que nunca estaremos porque não foi para isso que o Pai nos criou. A morte e a separação é fruto da desobediência e do pecado;

Segundo: a Juzinha está bem! Não está melhor do que nós, como alguns gostam de insistir. Mas tenho a certeza que ela está bem. Está descansando no Senhor, esperando por Sua volta, quando naquele dia glorioso, ela, junto com outros salvos no Senhor, ressuscitarão;

Terceiro: a maior esperança de todo cristão, não é ir para o céu! A maior esperança de todo cristão – pelo menos dos nossos pais na fé em toda a Bíblia - é a ressurreição. Jesus venceu a morte, e com Ele, nós também a venceremos! Essa é nossa verdadeira esperança. Aqueles que morrem no Senhor ressuscitarão e juntos dEle viveremos eternamente.

Creio nisso de todo coração!

Por isso, dia 6 de julho, não demos um adeus para Juzinha, mas um até breve! Por mais doloroso que seja esse tempo de separação, é apenas um até breve!

Maranata!
Vem Senhor!

milton paulo

7 comentários:

G Florees disse...

Coloquei esse texto no meu blog tambem Milton.

='(

Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando disse...

É dificil continuar a vida... mas temos que continuar. Apesar da dor ainda latente, estas palavras nos traz conforto, esperança e vida apesar da morte. Gilson, Rosangela e Alexandre (pais e noivo da Juzinha) conte com a gente.
Com tristeza mas ainda em pé
fefeu...

Nane disse...

Não conhecia pessoalmente mais fica aqui declarado minha tristezas à aqueles que a amavam tanto.

andressa disse...

aquela que foi mto mais que uma simples prima, aquela que foi uma irmã, que foi uma amiga em qualquer hora, que me encorajou, que esteve sempre ao meu lado independente de situação. aquela que contava piadas, que fazia palhaçadas junto comigo, que abria mão de tudo para estar com quem amava, com a família. aquela que valorizava os amigos. aquela que dançava como ninguém, pois quando ela dançava e cantava viamos o Senhor resplandecer através da sua adoração sincera.. aquela que se entregava ao senhor .. aquela que deixará muita saudades, aquela que hoje está ao lado do Pai. Ju.. rosa preciosa do Senhor .

Andressa

GISLENE disse...

APESAR DE DIFÍCIL PERDER MINHA PRIMA MUITO JOVEM, O QUE NOS CONSOLA É SABER QUE PARTIU COM CRISTO E AGUARDA O TÃO ESPERADO DIA QUE É A RESSURREIÇÃO. PARA SEMPRE CONTINUARÁ EM NOSSOS CORAÇÕES, COM MUITA TRISTEZA POR ESSA SEPARAÇÃO REPENTINA, MAS COM MUITA ALEGRIA POIS UM DIA NOS ENCONTRAREMOS NO CÉU....

GISLENE QUEIROZ

"Bailarina" disse...

A Ju era minha filhota minha pupila,minha amiga.. nunca havia sofrido tanto..doeu,mas sei em quem Tenho crido e sei que Ele sabe o q faz (embora não concordando continuo crendo!)E Na esperança de reve-la,isso deixa meu coração confortado...E que DEus nos agracie,principalmente a Tia Rô o tio Gilson e o Alê...amo vcs e quero estar perto!Rê

Related Posts with Thumbnails
 
©2009 Vineyard Café | Mogi das Cruzes - SP | by TNB