PESQUISE EM NOSSOS POSTS

NOVOS PARADIGMAS - I


Lucas 15. 1 – 3 / 11 – 32

Alguns chamam de parábola do filho pródigo, mas Jesus usa: um homem tinha dois filhos

A história é de um homem e seus dois filhos.

Se nos concentrarmos no irmão mais novo somente, a coisa fica sentimental! E imaginamos os ouvintes com lágrimas nos olhos, ouvindo a história: Deus nos recebe de volta independente do que fazemos.

Mas se olharmos os dois irmãos, percebemos que... Jesus está ofendendo aqueles ouvintes. Eles ficam furiosos depois da história!

A parábola não é para deixar corações aquecidos, mas para colocar abaixo as categorias que usamos para abordar Deus, colocar abaixo maneiras que usamos para nos aproximarmos de Deus.

O texto fala de duas aproximações de Deus e ambas erradas. Duas maneiras de estar espiritualmente perdido e um só caminho de volta para casa.

Lucas de 1 a 3 está dois tipos de pessoas cercando Jesus:

Ø os coletores de impostos e pecadores (irmão mais novo) jogaram fora a moralidade tradicional. Não fizeram nada que os pais gostariam que tivessem feito.

Ø Os fariseus e lideres religiosos (irmãos mais velho), ficaram em casa. Os religiosos e tradicionais, completamente morais.

Em todo o ministério de Jesus esses dois grupos estão representados. E parece que sempre as pessoas moralmente fora do time, excluídos da sociedade, os excluídos moralmente... É sempre esta pessoa que compreende e é atraída por Jesus, e aquele que é moral e respeitável se ofende com Jesus. Isso acontece o tempo inteiro...

Por isso os lideres religiosos estavam contra Jesus. Aquele monte de pecador a vontade, atraídos por Jesus! “Essa gente nunca aparece na nossa igreja!”

Quando a mensagem do evangelho é declarada com clareza, pessoas imorais com vidas desregradas são atraídas e pessoas morais e conservadoras se ofendem.

Mas, nossas igrejas não são assim, parece que as pessoas boazinhas e morais vêm para a igreja e as malucas ficam longe.

E, se não tivermos a mesma resposta que Jesus para o nosso ministério deve ser porque estamos muito parecidos com o irmão mais velho. Ou não estamos declarando a mensagem com clareza.

Irmão mais velho: abordagem moralista. Acreditam que encontram a Deus obedecendo tudo até a ultima virgula da Sua lei. Às vezes falham mas se arrependem muito e tentam nunca mais fazer aquilo. O pensamento é que se fizer tudo direito vão encontrar a Deus

O mais novo: uma abordagem relativista: a Salvação para o mais novo é ser leal a si mesmo. Encontrar o que é bom para si mesmo, e determinar o que é bom para si mesmo. O irmão mais novo pensa se é que existe um Deus devo ser fiel a mim. É isso que ele iria querer!

Caminho relativista e moralista. Somos divididos assim e parece que só tem estes dois caminhos... pelo menos parece isso!

Ø Moralista: as pessoas boas dentro, as más fora.

Ø Relativista: as pessoas de mente aberta dentro, preconceituosas fora.

E o que assusta e o que machuca os ouvintes originais é que os dois estão perdidos e alienados perdidos do seu Pai.

Ambos não querem entrar para dentro da festa. O pai sai para ambos. Ambos são filhos pródigos. O bonzinho e o mal são ambos alienados de Deus. O bonzinho e o mal estão perdidos!

E mais maravilhoso que isso é que o bonzinho esta perdido não apesar do seu comportamento, mas por causa do seu bom comportamento!! Perdido por causa da sua bondade! Por que ele não entra na festa?

Moralistas e relativista, ambos errando o alvo! Se tem alguma coisa as pessoas más é que é mais fácil compreender o evangelho.

Ø As pessoas moralistas: bons estão dentro, maus fora.
Ø Os relativistas que a mente aberta dentro os outros fora.
Ø O evangelho é: HUMILDES ESTÃO DENTRO ORGULHOSOS FORA! O evangelho é: que aqueles que acham que são bons estão fora e os que sabem que não são bons estão dentro.

O evangelho não é meio do caminho dos dois. Coisa completamente diferente de relativistas e moralistas. Ambas as abordagens erradas.

Jesus dá aqui uma compreensão mais profunda do que é o pecado. Isso é mais que quebrar a Lei de Deus. Isso é certo, mas é mais que isso...
Há uma maneira mais profunda de se compreender isso:

Nessa parábola: Jesus está dizendo pecar é você tentar ser seu próprio Senhor e Salvador e não deixar Deus ser seu Salvador e Senhor.

Os dois irmãos tentam abordagens diferentes para conseguir a mesma coisa: o controle.

Mais novo: Queria a riqueza, mas não o Pai. Foi embora. Quebrou as regras do pai. Gastou o dinheiro.

O outro filho queria o controle da riqueza também! No final ele está muito bravo com a maneira que o pai gasta o $$. Ele tenta controlar o que o pai vai fazer com a riqueza através da chantagem emocional...

Duas maneiras de você ser seu próprio senhor e salvador. Duas maneiras de tentar controlar a vida e controlar a Deus:

Ø Quebrar todas as regras e aprontar todas!
Ø Guardar todas as leis e ser muito, muito bonzinho!

Se eu for tão bom, a ponto de Deus me dever a resposta de minhas orações, Deus obrigado a me dar um vida boa, tão bom que Deus terá de me levar para o céu. Daí Jesus pode ser tudo pra mim, menos o meu salvador! Eu mesmo me salvo! Porque sou muito bom!

Isso é o mesmo que jogar tudo fora! É lógico que por ser salvo você quer obedecer, mas não pelas razões do filho mais velho.

O perdido na versão irmão mais novo, é mais fácil de observarmos: viciados, solitários, excluídos da sociedade, os quebrantados, quebrados, exauridos...

Mas o tipo de perdido do irmão mais velho... é mais difícil. Estar perdido na forma do irmão mais velho é bem mais perigoso. O mais novo sabia que estava longe, o mais velho não!

Se você disser a pessoas muito certinhas que estão tentando seguir a Bíblia, que acreditam que Deus as atenderá porque são bonzinhos... Que elas podem estar longe de Deus, elas não vão compreender isso.

Ser salvo como irmão mais novo pode ter seus tropeços ao longo da jornada; mas ser salvo como o irmão mais velho (morte espiritual) é muito mais arriscado...

Por isso eu queria propor para examinarmos os corações:

ALGUNS TRAÇOS DO IRMÃOS MAIS VELHO

Quando a vida não funciona como ele acha que deveria, ficam irados. Não infelizes, mas irados! Quando Deus não faz o que você quer, você enfurece com ele... A graça ainda não penetrou no seu coração. Porque você esta se matando e nada acontece! Se você acha que viveu direitinho e Deus não cumpriu a parte dele você se enfurece! Isso é esquecer-se de alguém chamado Jesus que viveu uma vida bem melhor que a sua e sofreu e sofreu e sofreu! (pecadores salvo pela graça não podem viver como querem! A graça permite que Deus exija tudo de nós!) viver vida correta por medo do castigo não é amor! Obediência completa e alegre!
Uma obediência mecânica e sem alegria (v.29...). Obedecia ao pai como trabalho escravo. Sem alegria nisso! Tem coisas que fiz na minha vida por dinheiro! O irmão mais velho obedece a Deus para conseguir coisas. A gente deve obedecer a Deus para conseguir Deus, para ser parecido com ele. Obedecer por causa de Deus. Vida de oração mecânica: ta com problema ora, ta com medo ora. Ora para conseguir coisas! A marca de um salvo é adoração. Você ora e adora por quem ele é não por minha causa! Mas por causa dele.

(Jesus pede para os 12 carregarem uma pedra. Cada qual pega uma, Pedro procura a menor. Jesus pede para se sentarem e cada um pegar sua pedra. Pos elas nas mesas e elas viraram pão! Agora vamos almoçar!! Depois da hora do lanche... Fiquem em pé: eu queria que cada um de vocês carregassem uma pedra para mim! Pedrão, há há!! Saquei. Procurou a sua volta uma rocha, colocou sobre os ombros, andou com aquilo a tarde toda, ta difícil mas não aguento ver a hora do jantar. Mais ou menos na hora do jantar, Jesus os leva para perto do rio e pede que joguem a pedra no rio... todos olham embasbacados? Não entenderam? Para quem vocês estavam carregando a pedra? Eu pedi que a carregassem para mim!

Estar perdido como o irmão mais velho é obediência sem alegria.

O seu desdém pelo irmão mais novo. (por isso o irmão mais novo se mandou rapidinho). Irmãos mais velhos são péssimos para evangelismo. Péssimos para ganhar pessoas de vidas desregradas! Pessoas salvas pela graça e péssimas evangelistas... há algo muito errado!
Evangelho nos dá humildade. Não olhamos do alto para ninguém. Todos perdidos, boas e más tentando salvar-se... compreender isso... Nos faz tratar os outros sem superioridade. “eu to certo você errado e eu adoro dizer isso pra voce!”. O evangelho nos ajuda a olhar todas as pessoas com respeito. Olhar ao não cristão e saber que até moralmente ela pode ser melhor que você! O que me torna cristão não é ser um bom pai.
Evangelho dá esperanças a pessoas não cristãs. Olhou para uma pessoa e pensou: não tem jeito! Você se acha cristão? Não acha que a sua salvação não é um milagre? Sua salvação é um absoluto milagre e não há ninguém incapaz de ser cristão.
Evangelho da coragem. Não falamos do evangelho de medo do que as pessoas vão achar. Nossos valores são atribuídos do que as pessoas pensam de nós e não do que Deus pensa de nós.

Irmão mais velho é um desastre no evangelismo: não gosta de alguns, não tem esperança, tem medo... Você não precisa de um curso de evangelismo. Vá nos seus fundamentos!

Irmão mais velho não consegue perdoar. O pai já perdoou, o irmão mais novo não consegue perdoa. Acho porque, você não pode perdoar alguém se achar que nunca faria aquilo. Alguém que fez o mal e você diz: “eu seria incapaz de fazer isso!” daí é difícil você perdoa alguém assim. Olhar para baixo para quem é diferença; não adoração, há obediência sem alegria. Sempre irritados! Por que a vida não está como queriam.

Há duas maneiras de estarmos perdidos.

Trazer só o mais novo, sem tratar quem é irmão mais velho, o povo não irá entender!

Há duas maneiras d estar perdida, mas somente uma maneira de voltarmos pra casa.

No texto: precisamos da graça. O Pai vai ao alcance dos dois filhos. Ele não diz se arrepender eu beijo! Ele beija para ajudar a se arrepender!

Uma das partes que mais me comove é o pari sai para conversar com o irmão mais velho!

Isso é Jesus rogando aos seus maiores inimigos! Pessoas que iriam mata-los!

Ele não tem atitude de irmão mais velho com estes irmãos mais velhos.

Temos que nos arrepender!
Mas olhe com cuidado. Se tornar cristão não é simplesmente se arrepender dos pecados. Fariseus faz isso! Se arrepende o tempo todo. O que te torna cristão é quando você se arrepende do seu senso de justiça. Aprofundar o arrependimento. Arrepender da razão que faz pecar e deixar Deus sobre o controle!

É critico que as pessoas não se arrependam só de seus pecados mas das razões e do seu senso de justiça!

Ser derretido pelo preço do sacrifício.

1 comentários:

Leandro disse...

Ola, li o texto e gostei muito. Compartilho aqui uma letra de musica para reflexao. Na primeira estrofe temos a voz do filho mais novo. Na segunda, temos a voz do segundo filho. O coro é o mesmo para ambos os filhos.

Titulo: Junto de Ti

Querido Pai
Estou aqui
Venho lhe pedir
Perdoa-me
Pois sei que andei longe de Ti
Da tua presença
Pai eu fugi

Deixa-me estar contigo o Pai
E conhecer-te mais e mais
Tudo o que eu quero é estar
Junto de Ti
Eu te amo

Querido Pai
Estou aqui
Venho lhe pedir
Perdoa-me
Pois sei
Eu me esqueci de Ti
Mesmo em tua casa não te conheci

Deixa-me estar contigo o Pai
E conhecer-te mais e mais
Tudo o que eu quero é estar
Junto de Ti
Eu te amo

Related Posts with Thumbnails
 
©2009 Vineyard Café | Mogi das Cruzes - SP | by TNB