PESQUISE EM NOSSOS POSTS

SOBRE AMAR - UM ENSAIO


Amar não é precisar.
Amar é, deliberadamente, querer bem; apesar de ... independente de ...

Pelo dicionário: “Amor – sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem; sentimento de dedicação absoluta de um ser a outro.”
Pela bíblia: “Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz alguma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.” (1 Coríntios 13:4-7).

Sendo assim, posso afirmar que: Amar, definitivamente, não é responsabilizar o outro pela própria felicidade (ou infelicidade).

Eu é que sou responsável por mim!!!! E se assim não for, aí então certamente serei infeliz e farei todos os outros infelizes também.

Amar é ao mesmo tempo ser consciente de que sou responsável pelos meus atos e por minhas escolhas e, voluntariamente, olhar para o outro, querer o bem do outro, se importar com o outro, independente de correspondência, gratidão ou reconhecimento que possa haver da outra parte, ou não.

Por isso o amor de Deus vai na contramão do amor que conhecemos.
Enquanto o mundo prega, “silenciosamente” em cada romance, que amar é encontrar alguém que nos faça felizes, percebo que segundo Deus o amor tem mais a ver com a minha atitude em relação ao outro do que meramente esperar que o outro me supra naquilo que eu só serei suprido em Deus.

Volto a dizer: Amor não é precisar, não é depender, não é pensar em mim e nos meus interesses que “precisam” ser imediatamente atendidos. Amar é esforçar-se pelo bem DO OUTRO, nem que isso nos custe algumas lágrimas, muitos momentos de paciência e o constante renovar da esperança.

vivian leme | membro da vineyard café

4 comentários:

Thiago disse...

sempre me lembro desses versos quando penso o que foi escrito acima:

1 Corintios 10:23 Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam.

1 Corintios 10:24 Ninguém busque o seu próprio interesse (bem),e sim os dos outros.


abs

Pedro disse...

falou e disse, amor é bem por aí, não é uma espectativa que se espera de alguém, e sim algo que foi depositado em cada um de nós Abraço!

Fernando disse...

lindo texto vivi...
o que um amor não faz hein!!!!!
bjs

Luzia Gavina disse...

É isso aí!
O amor é uma decisão! Você decide amar, independente dos defeitos da pessoa amada.
Cristo decidiiu nos amar, mesmo sabendo o quão miseráveis eramos. Mas a partir dessa decisão fomos redimidos e libertos da morte!

O amor é incrível!

Abraço!
=)

Related Posts with Thumbnails
 
©2009 Vineyard Café | Mogi das Cruzes - SP | by TNB